Linhas Gerais do Projecto

 

Trickling Out? Um estudo de empresas eco-sociais na África Oriental e Sul da África e o seu papel no desenvolvimento sustentável na base da pirâmide

Financiado pelo Primeiro Esquema de Subvenções do ESRC

Data de início: 1 de Fevereiro 2011

Duração: 26 meses

Detalhes

Os principais objectivos deste estudo são: (a) identificar exemplos de empresas sociais e ambientais no Desenvolvimento do Sul da África e na Comunidade da África Oriental e (b) explorar e avaliar o papel que estas empresas poderão ter como mecanismo para 'fomentar a capilaridade' dos benefícios sociais, ambientais e económicos a partir de grupos da comunidade considerados economicamente como estando na 'base/fundo da pirâmide'.

Desenvolveu-se um 'Directório de Empresas Eco-Sociais, Agências & Associações' utilizando-se a análise de dados secundários de documentos publicados e discussões com actores principais. Usando uma metodologia mista combinando análise de dados do arquivo, inquéritos e entrevistas com as empresas e agências identificadas neste Directório, o estudo engloba questões mais abrangentes de desenvolvimento de empresas eco-sociais, a função das redes de fornecimento

global e das agências de doadores e os efeitos potenciais de 'capilaridade' (Trickle Out) desse tipo de empresas no seio da sua comunidade.

A seguir apresenta-se uma análise qualitativa em profundidade de 9-12 exemplos de casos do Quénia, África do Sul e Zâmbia que considera a interacção destas empresas com as suas redes de fornecimento localmente e globalmente e avalia o papel específico que essas empresas desempenham no alívio da pobreza e desenvolvimento sustentável.

Objectivos

i. Identificar, sintetizar e modelar a literatura antecedente que considera o papel que as empresas sociais e ambientais poderão ter no alívio da pobreza e no desenvolvimento sustentável.

ii. Compilar um directório de empresas sociais ou ambientais que produzem, são retalhistas, fabricam ou oferecem serviços nas regiões da Comunidade de Desenvolvimento do Sul da África (SADC) e Comunidade da África Oriental (EAC) bem como das agências doadoras, associações voluntárias e esquemas de seguros que as apoiam.

iii. Avaliar estas empresas através da pesquisa de inquéritos e de estudos de casos para:

• medir, mapear e analisar as suas características;

• identificar o seu impacto triplo de linha de fundo em termos económicos, ambientais e sociais;

• identificar o seu papel em iniciativas verdes de rede de fornecimento;

iv. Considerar se está a ocorrer um efeito multiplicador de difusão de capital financeiro, social e humano na comunidade local de modo 'a fomentar a capilaridade' (Trickle Out); e

v. Explorar o papel específico que estas organizações desempenham no alívio da pobreza e desenvolvimento sustentável.

Voltar para cima

 

Onde estamos a trabalhar

O projecto Trickle Out está a examinar os sectores das empresas sociais e ambientais em 19 países da África Oriental e Sul da África. Estes países são: Angola, Botsuana, Burundi, República Democrática do Congo, Lesoto, Madagáscar, Malauí, Maurícia, Moçambique, Namíbia, Quénia, Ruanda, Seychelles, África do Sul, Suazilândia, Tanzânia, Uganda, Zâmbia, Zimbabué.

 

Voltar para cima

 

Estudos de Casos

O projecto de pesquisa Trickle Out contempla uma pesquisa profunda de estudos de casos com um número de empresas sociais e/ou ambientais na África do Sul, Zâmbia e Quénia. Estas empresas estudos de casos figurarão neste website.

Ainda temos de realizar esta pesquisa profunda de estudos de casos e estamos neste momento à procura de empresas sociais e ambientais nestes países que queiram trabalhar no projecto. Se estiver interessado em participar na nossa pesquisa e figurar como empresa estudos de casos, queira entrar em contacto connosco através da página Contacte-nos.

Voltar para cima

 

Quem somos

Por favor clique nos seguintes links para saber mais sobre nós.

 

Voltar para cima

Additional information